plantão

Polícia

Publicada em 24.12.2013 ás 9:40

Mais um ex-presidiário é assassinado em Quixadá

Vítima estava na porta da casa da mãe quando foi abordado pelos dois desconhecidos.

Por: Diário do Nordeste
Ex-presidiário morto em Quixadá

José Aurélio Marques da Silva, tinha 31 anos (Foto: Cleumio Pinto)

Ganhar liberdade após ser preso na cadeia pública de Quixadá está se tornando um pesadelo para ex-presidiários. Pouco mais de 48 horas após o assassinato de um deles mais um detento da unidade penitenciária local foi assassinado. Dessa vez a vitima foi José Aurélio Marques da Silva, 31 anos. Ele foi executado na noite desta segunda-feira (23), no bairro São João, na periferia da cidade.

Segundo a Polícia, José Aurélio foi baleado com oito tiros de pistola PT 380 e .40, sendo quatro na cabeça, dois no pescoço e dois nas axilas. Ele ainda correu pelas ruas do bairro pedindo socorro, enquanto era perseguido pelos assassinos, dois homens cujas características não foram reveladas. Os motivos também não foram informados. Ele estava preso pela acusação de assalto.

Populares comentaram que a vítima havia saído recentemente da cadeia. Estava na porta da casa da mãe quando foi abordado pelos dois desconhecidos. Ele foi preso pela equipe da Polícia Civil de Quixadá no dia 24 de outubro de 2012, juntamente com o traficante Rafael Balbino da Silva, vulgo “Farel”, 24 anos, e outro assaltante, Flávio Prudêncio Ferreira, vulgo “Frajola”, 25.

Conforme levantamentos feitos junto à Polícia Civil, José Aurélio foi a sexta vitima com antecedentes criminais, em liberdade condicional, assassinada este ano neste município do Sertão Central. O último presidiário executado havia sido Antonio Cláudio Araújo Maciel, vulgo “Pardal”. Ele havia sido condenado por homicídio. As características dos crimes são as mesmas, de execução.

Comentarios